galos, nódoas negras e esfoladelas

Mais um manifesto de idiotice da minha querida Asae. Agora andam a fechar parques infantis porque não têm superfície de impacto para as crianças.

Mas algum de nós, gente com mais de 20 anos, morreu por esfolar os joelhos na terra? Brincar sempre foi bom, mesmo com feridas cheias de terra, mercuriocromo a latejar nos lenhos e tragédias afins. Cada vez se brinca menos na rua. Já não vejo putos a jogar à bola nas pracetas.

Não quero dizer que não se evolua e minimize os acidentes graves. Mas a vida não é feita de capacete na cabeça. Também se cresce com nódoas negras e esfoladelas nos cotovelos.

Anúncios

3 comentários

Filed under exame objectivo

3 responses to “galos, nódoas negras e esfoladelas

  1. Já para não falar que o chão dos parques agora é feito num material de borracha, muito maleável e macio, que nem sequer chega a ser uma ameaça aos joelhos esfolados e calças rasgadas.

  2. E os brinquedos? Ou porque têm pecinhas pequenas, ou porque o material é tóxico, ou porque é perigoso… No “meu” tempo não se ouvia nada disto.

  3. Anabela

    Eu trabalho num parque infantil e sou de opnião contrária ao comentário. As quedas que dávamos na rua, não se comparam as que eu vejo, podem muitas vezes não sangrar, mas garanto-vos que há crianças que saem de lá com sequelas para a vida toda. E só bastava um maior controle do nº de crianças, da idade e um chão apropriado para minimizar o sofrimento dessas crianças.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s